0%
Deputado Estadual Traiano Presidente da Assembleia Legislativa do Paraná

Artigos

Golpistas são os que apostam na violência Por Ademar Traiano | 06/09/2016

Compartilhe nas redes sociais

O Brasil viveu um longo processo de impeachment. Foram 9 meses (de 2 de dezembro de 2015 até 31 de agosto). Todos os direitos de defesa da ex-presidente Dilma Rousseff foram respeitados. Concluído o processo, Dilma foi afastada.

Todo esse respeito à Lei não foi suficiente para que o petismo se conformasse. Concluído o impeachment não se limitam a bradar, mentirosamente: “Golpe!”. Partem para a violência, a baderna e os danos ao patrimônio.

Tentativa de golpe é isso que estão fazendo. Reagir com violência contra uma decisão legítima e legal. Todos os que seguirem esse caminho da violência golpista, precisam ser exemplarmente punidos.

O PT participou do processo de impeachment de Fernando Collor de Mello e propôs o impeachment de Itamar Franco e de Fernando Henrique Cardoso (sem nenhuma base legal); brada agora que o afastamento de Dilma é “golpista”.

Ou bem o impeachment é golpe ou é um instrumento legítimo da democracia. Não dá para ter dois pesos e duas medidas.